top of page

3 fatores essenciais para escolher atividades extracurriculares

Com a chegada de um novo ano letivo, são muitas as dúvidas sobre qual a melhor forma de ocupar o tempo livre e o dia a dia das crianças. A verdade é que as atividades extracurriculares são uma ótima forma de desenvolver as competências das crianças e de lhes proporcionar momentos agradáveis e felizes.


Ainda assim, há alguns factores essenciais a ter em consideração na hora da escolha das atividades e da organização de um novo ano letivo, são eles:


1 - Escolher atividades que a criança gosta - a escolha das atividades deve refletir as áreas que a criança mais gosta e não as áreas que os pais mais gostam. Só se a criança gostar e estiver envolvida emocionalmente na atividade que está a realizar, esta pode ter efeitos positivos no seu desenvolvimento e no seu crescimento.


2 - Escolher uma atividade que promova o desenvolvimento específico de algumas competências da criança - dentro do leque de atividades que a criança gosta, podemos ajudá-la a pensar e direcioná-la para atividades que promovam áreas essenciais do seu desenvolvimento. Por exemplo, atividades desportivas para crianças que precisa de ganhar destreza física e desenvolver a sua motricidade, atividades artísticas para crianças que precisam de desenvolver a capacidade de imaginar e de criar, ou desporto de equipa para crianças que precisam de desenvolver a sua capacidade de socialização ou a trabalhar a gestão da sua agressividade.


3 - Garantir tempo livre - na organização do ano letivo e da agenda das crianças, é absolutamente essencial não nos esquecermos que as crianças precisam de tempo livre. Ou seja, é preferível uma atividade em que a criança invista e da qual retire retorno positivo efetivo, do que um sem fim de atividades que acabam por a deixar excessivamente cansada e permanentemente atarefada. O tempo livre permite que a criança tenha espaço para brincar, para estudar, para estar em família de forma livre e pouco estruturada o que, por si só, é absolutamente essencial para todas as crianças.


No fundo, cada atividade extracurricular tem o poder de desenvolver determinadas competências que podem ser essenciais a uma criança e podemos escolher a atividade com base nessas necessidades, no entanto, esse efeito positivo só acontecerá se a criança gostar da atividade e permanecer envolvida emocionalmente com a atividade. Por isso, este ano letivo organize o planeamento das atividades do seu filho garantindo o tempo livre e pouco estruturado na sua agenda e uma atividade que concilie o gostar com o desenvolvimento de competências.



25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

> Marque a sua consulta 

bottom of page