Se não fosse o pai e a mãe, era Halloween todos os dias!

Ali pelos três anos, as crianças começam a tomar consciência da sua força, da sua agressividade e, ao mesmo tempo, começam a ter receio da agressividade dos que estão à sua volta, é um período de, por vezes, dar um passo atrás para, de seguida, conseguir dar dois passos em frente. É uma fase de descobertas, não só para a criança mas para a família que se confronta com os medos da criança e que, muitas vezes, vão colidir nos seus próprios medos e se vê ‘obrigada’ a fazer-lhes frente, sem poder fugir.


Uma noite ali pelas três da manhã, a criança vai a correr e a choramingar para a cama dos pais, com medo de fantasmas ou de monstros. Ora, o pai e a mãe com todo o coração, abrem os braços e um espaço entre si, onde no seu calor aconchegam a criança e lhe dão segurança, garantindo que, no meio deles, não há monstro ou bruxa que agarre a criança. E assim, será desde o primeiro medo até os filhos serem bem crescidos. Porque um filho nunca deixa de querer o calor dos pais, nem depois de ser velhinho.


Assim, ao longo do crescimento algumas bruxas e monstros vão-se cruzando com a criança, ou porque um amigo lhe chamou nomes, ou porque teve más notas, ou porque morreu o animal de estimação, ou quando já é adolescente, porque o coração está partido, ou ainda mais tarde, porque chegada a hora de ter os seus próprios filhos, muitos fantasmas invadem um filho, ou qualquer outra coisa que assuste o coração até doer a barriga. E assim, às vezes, o Halloween podia arrastar-se o ano inteiro, na vida de uma criança e ganhar uma dimensão tão grande que teria o poder de contaminar todo o desenvolvimento e bem-estar emocional.


E, não fosse o pai e a mãe, e as crianças não teriam força para enfrentar todos os monstros, bruxas e fantasmas que há no seu dia-a-dia. Assim, de medo em medo, de abraço da mãe em abraço do pai, a criança vai-se sentindo cada vez mais segura de si e mais forte. Assim, não hesitamos em confirmar que é o amor que segura o coração da criança e a faz chegar mais além enquanto criança e enquanto futuro adulto. Desta forma, agradecemos a todos os pais que fazem com que o Halloween não dure um ano inteiro.


#escoladosentir

#halloween






100 visualizações

Siga-nos em:

  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2020 by Escola do Sentir

910773647

Rua Abel Botelho 8A - Lisboa