top of page

3 estratégias para comunicar melhor com o seu filho

Todos os pais gostam de perguntar aos filhos “como correu a escola?”, todos gostam de aceder ao mundo interno dos seus filhos e sentir que eles partilham as coisas importantes que vão vivenciando no seu dia a dia. No entanto, aquilo que é mais com um acontecer é atrás de um “como correu a escola?” vir apenas um simples e monótono “bem”, sem adicionar informação relevante que nos permita chegar ao dia a dia das crianças.


Assim, se queremos começar a entrar no dia a dia das crianças, é essencial começarmos por:

  • Partilhar com a criança como correu o nosso dia - antes de perguntarmos à criança como correu o dia, devemos falar acerca de nós próprios, contarmos um pouco do nosso dia, das nossas emoções durante o dia e só depois perguntar à criança “e tu como te sentiste hoje? Como foi o teu dia?”. Enquanto fazemos isto, mostramos à criança aquilo que esperamos dela com a nossa pergunta e criamos uma ponte de cumplicidade para que ela própria sinta que tem espaço para partilhar o seu dia a dia, tal como a mãe, ou o pai, já o fizeram.


  • Mostrar à criança que estamos disponíveis para a ouvir - é muito importante que, enquanto a criança está a falar acerca do seu dia e a contar as suas experiências, os pais estejam mesmo disponíveis para a ouvir, sem julgamentos, sem muitas questões, simplesmente ouvir a criança.


  • Mostrar à criança que somos capazes de a compreender - enquanto a criança partilha o seu dia, é importante mostrarmos-lhe que as emoções que experienciou são válidas e que somos capazes de a compreender. Por exemplo, se uma criança partilha que teve medo que o teste fosse difícil, devemos ser capazes de lhe mostrar que é natural ficarmos assustados quando vamos ser avaliados e partilhar com a criança algumas possíveis estratégias para gerir esse medo.


No fundo, quanto mais relacional e emocional for o momento em que procuramos saber como correu o dia da criança, mais a criança será capaz de falar sobre si, sobre os acontecimentos do dia e sobre os seus sentimentos. Neste contexto nunca nos esqueçamos que a comunicação tem sempre dois sentidos e, se queremos receber informação das crianças, também nós devemos ser capazes de dar informação às crianças, uma partilha saudável é essencial para pais e filhos.


#escoladosentir


22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

> Marque a sua consulta 

bottom of page