top of page

3 estratégias para combater as oscilações de humor!

Atualizado: 3 de abr.

A saúde mental é influenciada por várias áreas da vida de cada um de nós, sendo que um dos principais sinais que surge quando a saúde mental se encontra frágil é o surgimento de oscilações de humor. Ou seja, a pessoa sentir que, por exemplo, tanto se sente energética e alegre, como num espaço de tempo reduzido, passa para o polo oposto num registo de inércia e tristeza.


As oscilações frequentes de humor são difíceis quer para quem as vive, quer para quem vive perto da pessoa que passa por elas. Sendo que, ao mesmo tempo que a pessoa se sente mal consigo própria com as suas próprias oscilações de humor, acaba por contaminar também as suas relações mais próximas e profundas. 


Neste sentido, para combater as oscilações de humor, é essencial começar por: 


  • Tomar consciência dos gatilhos que levam a essas oscilações - desenvolver o autoconhecimento é essencial, à medida que se toma consciência dos fatores que despertam a oscilação de humor, torna-se mais simples quer controlar o surgimento desses fatores, quer adquirir novas formas de reagir a esses fatores;


  • Partilhar com as relações importantes aquilo que se está a experienciar - ter uma rede de apoio é estruturante e absolutamente determinante para a regularização do humor. É importante que exista espaço para se expressar tudo aquilo que se está a experienciar, o que além de permitir a libertação emocional, permite a quem está mais próximo ter uma certa compreensão de tudo aquilo que está a acontecer e, por isso, agir de forma mais adequada às necessidades da pessoa que vive as oscilações de humor;


  • Olhar para as dores e procurar integrá-las - quando as dores do foro psicológico surgem, torna-se muitas vezes mais simples, ignorá-las, no entanto, essa solução é apenas paliativa. Mais tarde ou mais cedo, os sinais e sintomas - como por exemplo, a oscilação de humor - vão acabar por surgir. Por isso, é absolutamente imprescindível, parar de fugir das dores psicológicas, olhá-las de frente, procurar compreendê-las e integrá-las na história de vida de cada um, para que, depois destes passos, possa existir a libertação dessa dor e, por consequência, o equilíbrio emocional. 


Perante tudo isto, é essencial termos presente que as oscilações de humor, são o resultado de diversas variáveis e que para as combater, é essencial dedicar algum tempo a esse processo, existir espaço para pensar, para expressar as emoções e para as aceitar e ganhar clareza acerca de toda a história de vida de cada um.



17 visualizações0 comentário

Comments


> Marque a sua consulta 

bottom of page