3 Estratégias para apoiar alguém com depressão!

A depressão é uma das principais epidemias do século, tendo o poder de impactar negativamente diversas áreas de vida. É urgente valorizar os sintomas depressivos e a depressão para que, de forma cada vez mais estruturada, possamos promover a diminuição do estigma associado à depressão e o apoio que alguém que sofre de depressão precisa de ter.


Neste contexto, é muitas vezes difícil sabermos como lidar com um familiar ou um amigo que apresente sintomatologia depressiva, uma vez que, por vezes, todos os esforços e tentativas feitas parecem não surtir efeito ou não gerar o apoio que desejamos. Assim, se temos alguém perto de nós com depressão, devemos começar por:


  • Evitar a positividade tóxica - a nossa tendência natural é incentivar a pessoa a descontrair, a ignorar os seus problemas e a ter um pensamento positivo. No entanto, quando alguém está a vivenciar uma depressão e a incentivamos sistematicamente a ‘ser positivo', passamos apenas a mensagem à pessoa de que não a compreendemos e que faça um esforço para que se coloque num estado emocional que não corresponde ao seu real estado emocional - o que só por si é difícil e pouco saudável. Por isso, devemos deixar de lado esta positividade tóxica que acaba por funcionar contra o equilíbrio natural da pessoa e não a seu favor.


  • Valorizar e validar os sentimentos da pessoa - é essencial mostrarmos à pessoa que aceitamos todos os seus sentimentos, sejam eles mais tristes, mais alegres ou mais enfurecidos. No fundo, devemos ser um colo e permitir que alguém que está a experienciar uma depressão possa sentir espaço para se expressar livremente sem julgamentos e sem restrições.


  • Evitar demasiadas questões - quando colocamos demasiadas questões, regra geral, a pessoa não tem respostas para nos dar. À medida que vamos colocando cada vez mais questões, como por exemplo, “porque é que estás triste?”, a pessoa - muitas vezes - percebe que não tem respostas e, ao tomar essa consciência de forma cada vez mais clara, acaba por aumentar a sua angústia.


Desta forma, quando perto de nós temos alguém que está a vivenciar uma depressão é muito importante que lhe permitamos vivenciar e expressar a dor pela qual está a passar. Lembrando-nos que ao vivenciar e ao expressar a sua dor, a pessoa está também a libertar-se dela e esse é o primeiro passo para se conseguir sair de uma depressão. No fundo, aos poucos, é absolutamente essencial que a pessoa sinta à sua volta um espaço de compreensão e amparo.


#escoladosentir


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

> Marque a sua consulta